2.054.576 visitantes


Promoção
Realização

A concorrida cerimônia ocorreu na Reitoria da UFBA

Ocorreu na última quinta-feira, 24, às 19h, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (UFBA), a solenidade de premiação da XIV Olimpíada Baiana de Química (OBAQ), evento promovido pelo Instituto de Química da UFBA, juntamente com a Associação Brasileira de Química-Regional Bahia.

A abertura da solenidade e condução dos trabalhos foi realizada pelo Diretor do Instituto de Química da UFBA, Prof. Dirceu Martins. A mesa diretiva contou ainda com as presenças da chefe de gabinete do reitor da Universidade Federal da Bahia, a Professora Suani Tavares Rubim de Pinho, representando o Magnífico Reitor da UFBA, o prof. João Carlos Salles, da presidente da fundação CEFET-Bahia, a Sra. Josenice Maria Mascarenhas, da pedagoga do Sesi Bahia do sistema Fieb-Sesi, Sra. Iara Soares Santos, da Gerente Industrial da Braskem S.A., Sra. Ivete Silva de Jesus, do Gerente Comercial da Brasilgás Bahia, Sr. Flávio Santos Ferreira e do assessor do Secretário da Educação do Estado da Bahia, o Sr. Emanuel Ferreira, representando o Secretário da Educação do Estado da Bahia, Sr. Jerônimo Rodrigues.

Estiveram presentes ao evento alunos medalhistas e demais aprovados, funcionários, alunos e professores da UFBA e de outras instituições de ensino, coordenadores municipais, familiares e convidados.

Cabe destacar ainda as presenças do Dr. Maurício Mascarenhas, Diretor da Fundação CefetBahia, do Coordenador da OBAQ, Prof. Lafaiete Almeida Cardoso, do vice-coordenador da OBAQ, Prof. Caio Luis Santos Silva, da Sra. Laís Campos do setor de marketing institucional da Braskem S.A., da Sra. Fernanda Queiroz representante da Brasilgás e do Coordenador do Colegiado de Pós-Graduação em Química da UFBA, Professor Silvio do Desterro Cunha.

Na oportunidade, foram lançados os Anais da OBAQ 2018 e a saudação inicial foi realizada pelo professor coordenador Lafaiete Cardoso, que destacou o apoio da Ufba e da coordenação do Programa Nacional Olimpíadas de Química através do abnegado professor Sérgio Melo; a parceria com as empresas e instituições, Brasilgás, Braskem, Sesi-Fieb, Fundação Cefetbahia, e em particular, do imprescindível apoio do Governo do Estado da Bahia / Fapesb, através do seu presidente, professor Lázaro Cunha pelo incentivo e apoio, a participação ativa das escolas, professores, alunos, coordenadores municipais e de toda equipe Obaq, e o respaldo da comunidade baiana, na superação das dificuldades, em particular de financiamento, e graças à esta conjunção de forças, foi possível concluir novamente, com êxito a XIV edição da Obaq. Em seguida, o vice-coordenador da OBAQ, Prof. Caio Silva apresentou o relatório parcial da atual edição com os principais indicadores, evidenciando a importância e a abrangência da Olimpíada Baiana de Química.

Após os discursos dos membros da mesa, foram entregues medalhas aos alunos destaque de escolas públicas (ver relação abaixo), aos medalhistas do 1º, 2º e 3º anos, nas categorias ouro, prata e bronze e Menção Honrosa. Após as fotos dos alunos demais aprovados do 1º, 2º e 3º anos em frente à mesa diretiva, foi entregue as medalhas do Prêmio Nair da França e Araújo e primeiro lugar escolas públicas a Beatriz Barbosa Oliveira Falheiros, terceiro ano, do IFBA-Salvador, a medalha de primeiro lugar escola pública estadual a Elder Gabriel de Jesus Carvalho Bispo, aluno do Colégio Estadual Luis Alberto Silva Muniz da cidade de Utinga e a medalha Prof. Antônio Scardino de vencedor da Olimpíada Baiana de Química 2019 a Gustavo Monteiro Perrone de Oliveira, segundo ano, do Colégio Anchieta.

Quanto à categoria de escolas destaque, a Fundação CefetBahia, anunciou as escolas com maior pontuação no certame: Colégio Anchieta de Salvador, rede particular; o Colégio Militar de Salvador, da rede Federal e o Colégio Estadual da Polícia Militar Prof. Magalhães Neto de Jequié, da rede estadual do interior.

Na ocasião, foram premiados com notebooks, ofertados pelas empresas parceiras, os estudantes: Beatriz Barbosa Oliveira Falheiros, medalha de ouro, terceiro ano, primeiro lugar escolas públicas e medalhista do prêmio professora Nair da França e Araújo, e Gabriele Vidal França, primeiro ano, do Colégio Estadual da Polícia Militar Prof. Magalhães Neto de Jequié, como aluna destaque de Escola Pública Estadual. Ademais, o primeiro lugar geral e grande vencedor da OBAQ, Gustavo Monteiro Perrone de Oliveira do Colégio Anchieta, recebeu um iPhone ofertado pelas empresas parceiras.

Após as homenagens, a solenidade foi encerrada pelo Diretor do Instituto de Química da UFBA, professor Dirceu Martins.

Participaram da Fase I da Obaq cerca de 29 mil e 800 alunos do ensino médio e tecnológico, até o terceiro ano, regularmente matriculados em escolas públicas e particulares do Estado da Bahia. Dos 6.562 estudantes (66% da rede pública) inscritos na Fase II, 1.335 lograram aprovação. Finalmente, 216 conquistaram medalhas de ouro, prata e bronze e menção honrosa. 20 estudantes de escolas da rede pública foram destaque. As provas da Fase II foram aplicadas, simultaneamente, em 84 polos.

Nesta edição 2019, a XIV OBAQ tem o apoio Secretária de Educação da Bahia, Fundação CefetBahia, do SESI (FIEB-SESI), Braskem e Brasilgás.

Os certificados dos alunos estarão disponíveis a partir da próxima semana em http://www.obaq.ufba.br/certificados, as fotos do evento estarão disponíveis em (http://www.obaq.ufba.br/fotos) e as demais notícias nas redes sociais https://www.facebook.com/olimpiadaquimica e https://www.instagram.com/obaquimica

Mais informações em: http://www.obaq.ufba.br/exames

Classificação geral

Destaques rede pública

Aprovados escolas públicas x cidades

Medalhistas e menção honrosa


 2.054.576 visitantes


Promoção
Realização